Estamos na Rede!

#38 A prisão do Rei, Victoria Aveyard

Hey turma, tudo beleza? Finalmente vamos falar no  #desenrolandoolivro de A prisão do Rei, terceiro livro da série A Rainha Vermel...

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

#35 O Forasteiro, Soraya Abuchaim



Hey turma tudo beleza? Venho com mais um conto da nossa parceira Soraya Abuchaim, como sempre ela não decepciona, O Forasteiro é o #desenrolandoolivro de hoje!

O Conto
Ana é uma mulher especial, e toda mulher especial tem a tendência a tomar escolhas erradas...
Ana é uma mulher solitária, e tem os livros como melhores companheiros e  vive em seu mundo blindado como uma fortaleza, até a chegada de uma figura misteriosa, o forasteiro, um homem sem nome, sem passado e apenas com uma mala de mão pequena, e Ana permite que esse homem entre em sua casa, sua fortaleza, em sua vida...
E a partir dessa decisão, Ana não sabia, mas é o começo do fim.
Ana vive com aquele homem uma vida normal e na paz, como qualquer outro casal. O inicio cheio de amor, felicidade e planos a dois.
Até que esse relacionamento passa a mudar e aquele homem perfeito começa a demonstrar todos seus defeitos que são doloridos demais para Ana, até o momento que o forasteiro decide ir embora, deixando Ana despedaçada, amargurada e sozinha...
Até que Ana chora todas as lagrimas que tinha para chorar, juntando seu coração despedaçado e encontrando acalento em seus velhos companheiros, os livros, mergulhando em  estórias que nunca a machucarão como na vida real...                               
Mas não se preocupem, o que acontece com Ana, você já ouviu isso milhares de vezes, já aconteceu com você... Afinal, é previsível, um destino anunciado.

Minha opinião

Esse conto nos coloca simplesmente diante do ciclo do amor... Começa quando deixamos um desconhecido, um forasteiro entrar em nosso coração, um intruso,  no conto não tem nome, mas você o conhece como AMOR, ele te domina, te absorve, te devora. O amor lhe faz ignorar, te cega..  até chegar em seu ápice e a partir dai vem o declínio, e os defeitos, a s falhas aparecem, o AMOR resolve sair pela porta, ir em busca de outro hospedeiro, e te deixa no chão, vazia.  Mas o tempo passa, e você se reconstrói, se fortalece e organiza a cada, para o próximo forasteiro que bater em sua porta... AFINAL, TODO COMEÇO É  TAMBÉM O INICIO DO FIM?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

www.livroseoutrostrecos.com/