Estamos na Rede!

#38 A prisão do Rei, Victoria Aveyard

Hey turma, tudo beleza? Finalmente vamos falar no  #desenrolandoolivro de A prisão do Rei, terceiro livro da série A Rainha Vermel...

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

#09 BEDA 2017 – Conto Bibliopegia Antropodérmica, Soraya Abuchaim [parceria]


Hey turma, tudo beleza? Hoje estou trazendo o #desenrolandoolivro com as primeiras impressões de um conto que recebemos com  exclusividade de nossa parceira para fazermos aquele conhecido  ‘alvoroço’ que só os parceiros da Soraya sabem fazer!! Quer saber mais na autora? Temos um post  no blog  todinho dela e por aqui você também acha!

O Conto
Bibliopegia Antropodérmica: é a arte de encadernação com a pele humana. Embora seja uma prática extremamente incomum hoje em dia, que atingiu o seu auge no século XVII.
Esse pequeno conto faz parte da antologia INSANIDADE organizado também pela autora Soraya Abuchaim, que ainda não tem data para ser lançado, mas que promete muitos arrepios ao leitor!
Uma cidade pequena de São Jerônimo, no interior, no cu de mundo na década de 50, esquecida no fim do mundo onde quem faz a lei são os xerifes e coronéis... Ou seja, tudo é negociável, e um julgamento duvidoso com o cumprimento da lei não era nada incomum...
Eulália jazia dormindo um sono tranquilo até ser atacada em meio a noite por alguém já conhecido, um antigo flerte, e não era assim que Eulália imaginou seu primeiro (e último) contato sexual com um homem... 
“As mãos tremiam quando ele golpeou repetidamente o peito de Eulália, até a respiração da professora morrer na noite.”
O esperado: Ser preso, submetido a um julgamento e fazer valer de sua sentença, mal sabia ele que isso seria a  melhor de suas terríveis opções.
A realidade: Sanatório Santa Dimpna, do Dr. Carlos Lamarca, um médico sem nenhum escrúpulo que com sua influencia e com seus arranjos com o xerife tem sempre seu estoque de cobaias e experimentos abastecidos...
“Os loucos precisam de cura. Os criminosos, de uma lição.”
O fim desse conto, e desse infeliz está no título desse conto, alguém se arrisca a descobrir o material q eu reveste capa do livro que Nestor lê? Seria couro, mas couro de qual animal? Cobra? Jacaré? Humano?
 Ou até mesmo o cinzeiro sobre a mesa? Alguns dizem que é mármore, outros que é o topo do crânio de um infeliz qualquer.
Cuidado... Com o próximo livro que você encontrar por ai... ;)


Aguardem que em breve teremos novidades... Beijocas e até a próxima!

3 comentários:

  1. Olá, adorei o sorteio! Sempre participo, falta só ganhar... KKKK

    Amo a Soraya, ela é uma ótima escritora que deveria receber mais reconhecimento.

    ResponderExcluir
  2. Mas gente!
    É de arrepiar hem haha
    Foge um pouco do meu estilo literário mas fiquei curiosa.
    Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom? (:
    Meudeus, nunca li nada parecido! que tenso hahaha adorei as impressões, leria com certeza!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir

www.livroseoutrostrecos.com/