Estamos na Rede!

#30 Os Afetos, Rodrigo Hasbún.

Hey turma, tudo beleza? O #desenrolandoolivro de hoje é um livro que me deixou com sentimentos confusos, assim como os sentimentos d...

sábado, 1 de julho de 2017

Celebrando Victor Hugo! [Conhecendo o autor]





Hey turma! Tudo bem? O Google ontem amanheceu celebrando Victor Hugo! Vamos conhecer mais sobre esse belo escritor que influenciou a literatura mundial, sobretudo a Francesa com suas obras icônicas?
Victor Hugo, autor de "Os miseráveis" e "O Corcunda de Notre Dame", entre outros, era filho de Joseph Hugo e de Sophie Trébuchet. Nasceu em Besançon, mas passou a infância em Paris.          
                                                                 
Criado no espírito da monarquia, o escritor acabou se tornado favorável a uma democracia liberal e humanitária. Eleito deputado da Segunda República, em 1848, apoiou a candidatura do príncipe Luís Napoleão, mas se exilou após o golpe de Estado que este deu em dezembro de 1851, tornando-se imperador. Hugo condenou-o vigorosamente por razões morais em "Histoire d'un Crime".





Victor Hugo casou-se com Adèle Foucher e durante a vida teve diversas amantes, sendo a mais famosa Juliette Drouet, atriz sem talento, a quem ele escreveu numerosos poemas.
  Como muitos escritores de sua geração, Victor Hugo foi profundamente influenciado por François-René de Chateaubriand, famosa figura da escola romântica e figura proeminente da literatura francesa do começo do século XIX.
Quando jovem, Hugo afirmou que seria “Chateaubriand ou nada”, e sua vida teria muitas semelhanças com a de seu predecessor.
Como Chateaubriand, Hugo daria força ao Romantismo, envolver-se-ia com política como defensor da causa republicana e seria forçado ao exílio devido à suas opções políticas.
Em 1819 fundou, com os seus irmãos, uma revista, o "Conservateur Littéraire" (Conservador Literário) e no mesmo ano ganhou o concurso da Académie des Jeux Floraux, instituição literária francesa fundada no século 14.
 Antes mesmo de atingir os 30 anos, Victor Hugo, nascido em 1802, já era um poeta conhecido nos círculos literários de Paris, profundamente influenciado pelo Romantismo em voga no século 19.
É com a publicação de “Notre-Dame de Paris”, em 1831, conhecido mundialmente com O Corcunda de Notre Dame, que Hugo atinge o reconhecimento na literatura.
 O livro narra a história do amor altruísta do deformado sineiro da catedral de Notre Dame Quasimodo, pela bailarina cigana Esmeralda.  

Com um estilo realista, especialmente nas descrições de Paris medieval e seu submundo, o enredo é melodramático, com muitas reviravoltas irônicas.
 O livro foi um sucesso instantâneo e logo fez de Hugo o mais famoso escritor que vivia na Europa, tendo o livro se propagado e traduzido por todo o continente.
A obra foi traduzida para vários idiomas e a catedral, que era bastante negligenciada, foi restaurada e preservada.
Por volta dessa época, Victor Hugo começou a trabalhar na sua obra máxima, que só começou a ser publicada na década de 60.  
A novela “Os Miseráveis” conta a história de Jean Valjean, um homem que, por roubar um pão, é condenado a trabalhos forçados e que tenta se reintegrar na sociedade após cumprir a pena.
Apesar de as críticas da época atacarem uma certa “ingenuidade” da novela, “Os Miseráveis” ainda é um retrato importante de um período turbulento e fascinante da história da França, além de ter sido um sucesso de público na época.
Victor Hugo, que ainda publicou depois os “Trabalhadores do Mar” e “O Homem que Ri” e outras coleções de poesias, é homenageado nas ruas, parques, trilhas e estatuas na maioria das grandes cidades francesas.
Victor Hugo faleceu em  22 de maio de 1885, na França e seu último desejo foi realizado, ser enterrado em um caixão humilde no Panthéon, após ter ficado vários dias exposto sob o Arco do Triunfo.

  E ai galera, gostaram de conhecer um pouquinho mais desse incrível escritor?
Deixe para mim uma indicação, sobre por onde eu devo começar para ler Victor Hugo!
Por hoje é isso galera! Beijocas e até a próxima!




http://exame.abril.com.br/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

www.livroseoutrostrecos.com/