Estamos na Rede!

#36 A Metamorfose, Franz Kafka

Hey turma, tudo beleza? No #desenrolandoolivro de hoje vamos falar sobre A metamorfose de Franz Kafka. Contar uma coisa, eu acabei c...

domingo, 19 de novembro de 2017

#36 A Metamorfose, Franz Kafka



Hey turma, tudo beleza? No #desenrolandoolivro de hoje vamos falar sobre A metamorfose de Franz Kafka. Contar uma coisa, eu acabei cochilando por alguns instantes no meio da tarde com esse livro, despertei sobressaltada conferindo meus braços e pernas, ufaa... não me tornei um inseto! Isso é serio, acreditam?    

O autor
Franz Kafka foi um dos maiores escritores de ficção da língua alemã do século XX. Kafka nasceu numa família de classe média judia em Praga, Áustria-Hungria (atual República Checa). O corpo de obras suas escritas — a maioria incompleta e publicadas postumamente — destacam-se entre as mais influentes da literatura ocidental.
Seu estilo literário presente em obras como a novela A Metamorfose (1915), e romances incluindo O Processo (1925) e O Castelo (1926) retratam indivíduos preocupados em um pesadelo de um mundo impessoal e burocrático.

Sinopse: A Metamorfose é a mais célebre novela de Franz Kafka e uma das mais importantes de toda a história da literatura. Sem a menor cerimônia, o texto coloca o leitor diante de um caixeiro viajante - o famoso Gregor Samsa - transformado em inseto monstruoso. A partir daí, a história é narrada com um realismo inesperado que associa o inverossímil e o senso de humor ao que é trágico, grotesco e cruel na condição humana - tudo no estilo transparente e perfeito desse mestre inconfundível da ficção universal.

O Livro
O livro vai nos apresentar a Gregor Samsa, um caixeiro viajante que vive com seus pais e sua irmã e é também o principal provedor desta até o momento que ele acorda metamorfoseado em um inseto, sim, isso mesmo.
E a partir disso somos introduzidos na mente de Gregor que assim como nós tenta entender como vai ser a partir desse momento, como será sua vida e de sua família após esse grotesco fato.
Gregor, ainda na condição que se encontra pensa mais em sua família do que nele próprio. Sempre preocupado no sustento da família, em seu trabalho e isso nos trás uma desconfortável sensação de normalidade.
Em contra partida a partir da perspectiva de Gregor como a família vai se adaptando a nova situação e como o fato muda a rotina de forma brusca e contra gosto de sua família, Gregor fica recruso em seu quarto e apenas a irmã ainda lhe trata com normalidade mas com o tempo a função de alimentar e cuidar do irmão em tal situação também parece uma tortura.
 Resultado de imagem para a metamorfose

Minha opinião

Vou ser direta nessa parte, para mim o livro conta a estória de uma família que por algum motivo, passa a ter alguém ‘indesejado’ ou ‘doente’ dentro de casa.
No caso Gregor me remeteu a ideia de um indivíduo acamado, onde os outros moradores daquela casa passa a mudar toda a rotina para se adaptar a nova situação. E até certo momento conseguem, mas quando nota se que aquela situação é imutável, algo que era feito por afeto, amor por um semelhante passa a ser um entojo, um incômodo, a ponto de se pensar que seria melhor se aquela  pessoa não existisse!
E por outro lado, temos a visão do indivíduo invalido que passa a se sentir realmente um incomodo aos demais  e que também sofre.
Isso me fez pensar muito em como não somos gratos aos mínimos milagres diários, abrir os olhos, respirar, andar, poder se alimentar, se movimentar.. Enfim, estamos em uma metamorfose constante, não sabemos o dia de amanhã...  

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

#35 O Forasteiro, Soraya Abuchaim



Hey turma tudo beleza? Venho com mais um conto da nossa parceira Soraya Abuchaim, como sempre ela não decepciona, O Forasteiro é o #desenrolandoolivro de hoje!

O Conto
Ana é uma mulher especial, e toda mulher especial tem a tendência a tomar escolhas erradas...
Ana é uma mulher solitária, e tem os livros como melhores companheiros e  vive em seu mundo blindado como uma fortaleza, até a chegada de uma figura misteriosa, o forasteiro, um homem sem nome, sem passado e apenas com uma mala de mão pequena, e Ana permite que esse homem entre em sua casa, sua fortaleza, em sua vida...
E a partir dessa decisão, Ana não sabia, mas é o começo do fim.
Ana vive com aquele homem uma vida normal e na paz, como qualquer outro casal. O inicio cheio de amor, felicidade e planos a dois.
Até que esse relacionamento passa a mudar e aquele homem perfeito começa a demonstrar todos seus defeitos que são doloridos demais para Ana, até o momento que o forasteiro decide ir embora, deixando Ana despedaçada, amargurada e sozinha...
Até que Ana chora todas as lagrimas que tinha para chorar, juntando seu coração despedaçado e encontrando acalento em seus velhos companheiros, os livros, mergulhando em  estórias que nunca a machucarão como na vida real...                               
Mas não se preocupem, o que acontece com Ana, você já ouviu isso milhares de vezes, já aconteceu com você... Afinal, é previsível, um destino anunciado.

Minha opinião

Esse conto nos coloca simplesmente diante do ciclo do amor... Começa quando deixamos um desconhecido, um forasteiro entrar em nosso coração, um intruso,  no conto não tem nome, mas você o conhece como AMOR, ele te domina, te absorve, te devora. O amor lhe faz ignorar, te cega..  até chegar em seu ápice e a partir dai vem o declínio, e os defeitos, a s falhas aparecem, o AMOR resolve sair pela porta, ir em busca de outro hospedeiro, e te deixa no chão, vazia.  Mas o tempo passa, e você se reconstrói, se fortalece e organiza a cada, para o próximo forasteiro que bater em sua porta... AFINAL, TODO COMEÇO É  TAMBÉM O INICIO DO FIM?


quarta-feira, 15 de novembro de 2017

#34 A mulher perfeita é uma vaca, Marie-Aldine Girard e Anne-sophie Girard


Hey turma, tudo beleza? Vamos dar um bocado de risadas? O #desenrolandoolivro de hoje é do livro A mulher perfeita é uma vaca!

As autoras
Resultado de imagem para Marie-Aldine Girard e Anne-sophie GirardAnne-Sophie e Marie-Aldine Girard nasceram em Montpellier, na França,  são irmãs gêmeas - uma humorista e a outra jornalista - e mulheres imperfeitas assumidas: já viram Dirty Dancing 47 vezes, adoram criar coreografias para músicas bregas e perderam as contas de quantas vezes confundiram manjericão com arruda.

Sinopse: Todo mundo conhece uma mulher perfeita, aquela de modos requintados, corpo esbelto, ativa, culta, sem olheiras... e insuportável. Já você passa a vida toda lutando contra a balança, o chocolate, a preguiça de ir à academia, a falta de tempo, os planos que não dão certo. Você está sempre em busca da perfeição e, no fim, só o que consegue é se sentir infeliz. Pois saiba que ser perfeita é uma ilusão - e o pior: não evita celulite nem flacidez. Ao contrário, pode fazer muito mal à saúde e causar depressão.
Este livro é o guia definitivo para as mulheres imperfeitas - ou seja, para todas as mulheres.
Com ele você aprenderá a enxergar em si mesma as qualidades que a mulher perfeita jamais terá: por exemplo, saber como manter a dignidade mesmo estando de pileque, ter a consciência de que um quilinho extra pesa menos em uma alma mais leve e que para conseguir as respostas certas basta não fazer as perguntas erradas.

 
O livro

O livro nos trás um texto divertido e cheio de humor ácido brincando com o dia a dia das mulheres e dando sugestões de como passar por uma situação delicada sem perder a pose, ou perder sim, pois A MULHER PERFEITA É UMA VACA . 
Me diverti muito com a leitura engraçada, dinâmica e direta desse guia definitivo para mulheres imperfeitas.
O livro é composto por capítulos curtos, com diversas listas, textos pequenos que brinca com o cotidiano feminino, separados por regras, regras essas que com certeza o leitor vai se identificar com alguma delas.
O livro não faz questão nenhuma de ser linear ou lhe passar uma mensagem realmente sólida, e sim de apenas lhe tirar algumas risadas de situações que você vai reconhecer no se trabalho, na mesa do bar,  em seus relacionamentos e afins.
O livro não lhe promete nada além de algumas boas risadas!
 

Minha Opinião

Eu gostei do livro e me diverti com ele, eu dei uma passada de olho nas opiniões no skoob e percebi que esse livro foi levado muito a serio, e se esse for o caso, com certeza o leitor se sentirá frustrado.
O livro brinca com a idealização da perfeição, nos descreve situações normais, que nos remete a pensamentos do tipo “como ela consegue ser linda, inteligente, cozinhar, trocar a lâmpada e não bagunçar o cabelo?” Ou seja, PERFEITA.  Isso mesmo, o livro brinca com o exagero e o cômico, e  tudo lhe remete a uma única resposta:
 A MULHER PERFEITA NÃO EXISTE, e se existisse SERIA UMA VACA! 
Não espere nada além de uma leitura leve, divertida e com boas gargalhadas, por hoje é isso galera!   

  

domingo, 12 de novembro de 2017

Livros Heróis [TAG] ♥


Hey turma, tudo beleza? Vou responder a Tag #LivrosHeróis que fui marcada a milhões de anos atrás kkk , mas vamos nessa! E já convido todos a participarem também!  .
1●Qual a sua favorita: DC ou Marvel? Pra quê escolher? Gosto das duas! ♥
 Resultado de imagem para dc e marvel
2●Qual seu herói favorito? O meu favorito é o Gênio, bilionário, playboy e filantropo  Homem de Ferro!
3●Qual herói tem um superpoder que você gostaria de ter? Na Serie A Rainha Vermelha tem uma personagem que se chama ADA, ela tem o poder de memorizar tudo de forma instantânea! Esse seria um poder muito útil e eu não ia precisar me juntar a Guarda Escarlate nem a Escola do Prof. Xavier! kkk  
4●Qual herói todo mundo ama menos você? Capitão América, mauricinho.
5●Qual herói tem o melhor arqui-inimigo? Batman... Não gosto do Batman mas os vilões de Gothan são os melhores!! Coringa amor EVEEEERRRRR  ♥

Resultado de imagem para coringa
6●Qual herói tem o poder mais inútil? Não consegui pensar em algum.
7●Qual herói é subestimado?  Homem aranha.
8●Heróis ou heroínas? Os dois  ♥
9●Qual é o melhor grupo de heróis? X- Men.

Resultado de imagem para x men
10●Qual item um herói tem que você gostaria de ter? O dinheiro do Batman. Kkkk copiei essa  resposta de quem me marcou na tag!! 
11● O que você tem em comum com algum herói? A vontade de ter uma vida NORMAL!.
12●Qual é o melhor uniforme? Prefiro as vilãs Arlequina e Hera Venenosa..

Resultado de imagem para arlequina e hera venenosa
13● Qual filme, quadrinho, série ou animação você recomenda? Trilogia do Asilo Arkham.  ♥♥♥


Por hoje é isso, beijocas  ♥

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

#33 Cotidiano, Soraya Abuchaim [conto]



Hey turma,  tudo beleza?  O  #desenrolandoolivro de hoje que na verdade é um conto  de nossa parceira Soraya Abuchaim, Cotidiano, vai contar um pedacinho da vida de Karen, uma mulher que levava uma vida normal com sua rotina monótona...
E então Karen acorda e segue seu ritual diário, enquanto prepara o café da manhã e a tv fica ligada no jornal, e como sempre, Karen é bombardeada de notícias dos famosos, da previsão do tempo de tragédias, mortes, na maioria sem importância... e seu ultimo pensamento antes de pegar a chave do carro e ir para o trabalho é “pelo menos essas pessoas estão tendo um dia diferente...”
Chegando ao trabalho se depara com um endereço, e ela pensa “Ah, mais um cliente chato com suas exigências chatas”, sem pestanejar ela pega o papel e vai cumprir mais uma tarefa do cotidiano e de sua vida sem graça,  afinal de contas, ela ainda tem contas para pagar, não é mesmo?!
“A vida é um ciclo infeliz que nunca muda, pensou Karen.”
Chegando ao local indicado percebeu que não havia nada além de um galpão velho, tentou conferir o endereço mas  era tarde de mais, um homem se aproximou com uma arma, quando se deu conta estava amordaçada, amarrada e totalmente vulnerável, aquele homem após violentar, espancar e lhe arrancar muito mais que as suas roupas e seu sangue, aquele homem lhe roubou a alma...    
“― Você sempre reclamava da sua rotina chata. Eu sou a
prova de que seus dias podem ser diferentes.
E foi embora.”
É desse jeito, que  Karen saiu de sua rotina monótona para estar est ampada no jornal das  19h...

Cuidado com o que você pede....

terça-feira, 7 de novembro de 2017

#32 A Arte de Comer, Thich Nhat Hanh. ♥ coleção Mindfulness Essentials













 Hey turma, tudo beleza? Hoje vou dar continuidade na coleção Mindfulness essentials do monge zen-budista Thich Nhat Hanh.
O #desenrolandoolivro de hoje é do segundo livro, a Arte de Comer.
O Autor
Thich Nhat Hanh um dos mestres do zen-budismo mais conhecidos e respeitados no mundo de hoje, poeta e ativista da paz e dos direitos humanos.
Nascido na região central do Vietnã, ele se juntou aos monges na idade de dezesseis anos.
Thich Nhat Hanh vive atualmente em Plum Village na comunidade de meditação fundada por ele, onde ensina, escreve e conduz retiros em todo o mundo sobre "a arte de viver consciente."

Um dos principais ensinamentos de Thich Nhat Hanh é que, através da plena consciência, podemos aprender a viver no momento presente, em vez de nos apegarmos ao passado ou futuro. Residindo no momento presente é, de acordo com Nhat Hanh, a única maneira de realmente desenvolver a paz, em si mesmo e no mundo.


O livro
Acompanhando a forma de escrita do primeiro livro, que já tem resenha aqui, A arte de comer, nos entrega uma leitura leve,  e com muitas figuras com orientações e reflexões do papel da comida que nos alimenta desenvolve sobre nossa vida.
Com a prática da consciência plena temos dicas e instruções de como devemos fazer uma refeição, preparar o alimento e até mesmo como lavar a louça de forma plena para alimentar muito mais que apenas nosso corpo e nos manter com nossas atividades vitais funcionando, mas TAMBÉM como nos alimentar verdadeiramente, como alimentar nossa alma e nosso espírito.
A partir de uma visão amorosa e reflexão consciente do alimento que ingerimos, das atividades na cozinha e todo o processo que aquele produto sofreu para chegar em nossas mãos.
 
Minha Reflexão
Esses livros tem me dado grande incentivo para as minhas mudanças de hábitos e de vida, e esse segundo livro apenas reforça a minha ideia e me mantém na mesma  linha de raciocínio.
Esse livro me fez refletir além do imediato, me fez pensar não apenas na maça que esta na minha mão pronta para ser mordida e sim, desde o produtor que escolheu as sementes, as maquinas que araram e semearam a terra, das mudinhas crescendo, se fortalecendo, os frutos ficando maduros, a colheita, o transporte  até chegar no mercado que eu passei  pelo caixa e trouxe até a minha casa até o momento que eu vou descartar os pedaços do miolo da maça, no lixo ou no meu jardim, até os restos da maçã pode servir para poluir ou para adubar. Cada grão de arroz é um universo!
Tantas coisas que eu queria falar das pequenas lições que tive com  esse livro.. “Eu posso reclamar que preciso lavar a louça do almoço na agua fria em um dia de inverno ou eu posso agradecer que tive o privilégio de me alimentar, saciar a minha fome e ficar grato que aqui em casa a agua vem encanada e a tenho disponível em minha torneira a hora que eu quiser!"
Só amores por esse livro....


domingo, 5 de novembro de 2017

#39 Versão 2.0 – Jhefferson Passos


Hey turma, tudo beleza? #desenrolandoolivro de hoje é o conto Versão 2.0 do nosso parceiro Jhefferson  Passos.
Em um mundo futurístico onde a doença do envelhecimento foi vencida e a vida pode ser transferida será possível atualizar o software do nosso cérebro programando-o para prever acidentes, assassinatos, tragédias e até mesmo pequenos incidentes.
Esse é o melhor método de evitar muitos problemas e manter a segurança de quem amamos.
Será que existe um seguro de vida melhor que esse? Talvez isso não seja exatamente um privilégio.
O conto vai nos apresentar a Cesar, um homem de meia idade que vai atualizar seu Nostradamus, o software que lhe dará o poder de prever possíveis “imprevistos” até 1 ano adiante, mas  não é possível mudar o passado, apenas ‘para frente, como um rio”.
Passado o período de empolgação inicial onde Cesar programava o despertador para todos os incidentes menos graves o software foi reduzido a um app silencioso, até que acontece algo grave com sua filha, fato esse que não estava incluso no pacote do software.
Após uma atitude impensada Cesar acaba tendo que escolher entre ser ‘transferido’ para o corpo de um animal qualquer prestes a ir para o abatedouro, que seria o equivalente a pena de morte, ou submeter-se a um RESET e a possibilidade de recomeçar, literalmente.
E se a realidade for muito pior que isso? E se fosse possível que sejamos desconectados, se tudo que vivemos até hoje fosse uma grande mentira, uma farsa, você ia querer saber a verdade? Ou apenas seguiria a massa? Seria a ignorância uma benção?

Minha opinião
Jhefferson é tão bom em criar situações de ficção quanto seus contos de terror terrível. O autor sempre consegue criar uma realidade que talvez você não tenha pensado ainda, e fazer o leitor tirar muitas reflexões sobre o assunto.

O ser humano é tão vulnerável, com um corpo perecível, mas com uma mente brilhante capaz de criar tantas coisas grandiosas como tudo que temos e compartilhamos diariamente que não seria difícil imaginar um mundo feito de realidade virtual onde nossa consciência permanece, mas nosso corpo já se desfez à tempos... 

sábado, 4 de novembro de 2017

Leituras de Outubro ♥

 

Hey turma, tudo beleza? Como foi as leituras do mês? Por aqui foi muito produtivo!!! #OREMOS

E nesse mês que fiquei menos ativa por aqui, as minhas leituras foram lá em cima!! Esse aumento de leituras aconteceu por conta da organização de rotina e mudança do cronograma, como eu falei em um post no final do mês. Bom, nesse mês de novembro é que vou começar a notar as diferenças e se deu certo, mas vamos as leituras:

Livros

Os Afetos - Rodrigo Hasbún

Nas fases do amor - Glauco Stauffenberg - Ebook

A Arte de amar - Thich Nhat Hanh

A arte de Comer- Thich Nhat Hanh

A balança do destino - Joyce Freitas

A mulher perfeita é uma vaca - Marie-Aldine Girard e Anne-sophie Girard

A metamorfose - Franz Kafka - Ebook

A prisão do rei - Ebook


O Caso do Saci - Nelson Cruz 
Sandiliche -  Ronaldo BressanePower Paola

Contos:

O Forasteiro - Soraya Abuchaim
Cotidiano - Soraya Abuchaim

Versão 2.0 - Jhefferson Passos
Doce ou Travessura - Gisele Souza

Obs: O MEU #OUTUBROHORROROSO realmente foi horroroso! Pois li apenas dois contos de tudo que me planejei a ler do gênero... #fail
E vocês, me contem as leituras de vocês !! ♥

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

3 curiosidades musicais de Apenas Respire de Rossana Cantarelli ♥



Hey pessoas,  tudo beleza? Fechando a participação do Livros e outros Trecos no booktour do livro Apenas Respire da autora Rossana Cantarelli nesse post quero convidar vocês a  conhecer 3 curiosidades musicais sobre AR, vamos  lá?
 01 – A banda Dawn Sunless no livro foi inspirada na banda Dream Theater que a autora também é fã!
Resultado de imagem para Dream Theater

02 – O personagem Bellucce também é inspirado em uma pessoa real, John Pedrucci,  integrante da banda Dream Theater. E  Pedrucci tem o livro Apenas Respire, acreditam?
Resultado de imagem para John Petrucci

03- O Título Apenas respire é uma tradução livre de uma musica de Pearl Jam, a musica é Just Breathe! Vou deixar o link para vocês conhecerem a musica... linda! ♥ 


Bonus: Vou deixar aqui também o link com a playlist completa de todas as referencias musicais que  são citadas no livro, aproveitem!
No youtube No Spotify 
  E ai galera, gostaram? Eu amei!! Realmente o livro é cheio de referencias musicais maravilhosas, as que não conhecia passei a amar ♥
Se você não conhece a estória de Bellucci e Isabela, vocês precisam conhecer!
Vejam também os posts das outras participantes do booktour: @meumundinhoquaseperfeito  @palavrasimaginarias  @leitora_mineira @booksfortodream  @book.aholic  @partiuler e a autora @rossanacantarelli
Onde encontrar:

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

#31 A Balança do Destino, Joyce Freitas



Hey turma, tudo beleza? O #desenrolandoolivro de hoje é do livro A Balança do Destino, uma ficção fantástica da autora  Joyce Freitas, a nossa querida AVL (entendedores entenderão) rsrs

A autora
 Joyce Freitas nasceu em 1996 em Carapicuíca (SP), e com apenas cinco meses mudou-se para a Bahia, onde cresce.
 Extrovertida, carinhosa e sonhadora, sempre gostou de escrever diários, e, aos 13 anos, passou a ler fanfics. Aos 15, mudou-se com a sua mãe e o padrasto para São Paulo, e foi aos 17 anos que ela descobriu a verdadeira paixão pela leitura, e, em seguida, pela arte de escrever.
A balança do destino é seu livro de estreia, o primeiro da série "The balance"  
 

Sinopse:
Angel é uma garota de dezesseis anos que vivia sua vida tranquila com Mary, sua mãe, até se dar conta de que sempre foi vigiada por um estranho homem. Ao resolver questioná-lo, ela descobre que ele foi enviado pelo seu verdadeiro pai, Lúcifer, e que ela representa a balança de equilíbrio entre o Bem e o Mal. Um mundo mágico - e perigoso -, onde existem fadas, vampiros, bruxas, anjos caídos, trolls e muitos outros seres, é apresentado. a ela. Mas, em meio a tudo, ela ainda tem de lidar com seu coração dividido entre Dimitri, um jovem atenciosos, lindo e perfeito cavalheiro, e o sarcástico e perverso Derek, príncipe dos vampiros. Como manter o equilíbrio de forças tão importantes, tendo de lidar com sentimentos tão confusos? A Balança do destino é o primeiro livro da Trilogia The balance.

 O livro
O livro nos apresenta a Lúcifer, sim, esse mesmo que você esta pensando! Que, em uma de suas voltinhas no mundo dos mortais conhece Mary que não sabe, mas é um Nefilim, uma moça que atrai sua atenção de tal forma que o Senhor das Trevas não consegue se afastar, os dois acabam tendo um relacionamento e em certo momento Mary engravida.
Lúcifer irado pela ideia de ter sido traído, já que o dono do Inferno não pode procriar decide dar fim nessa criança, entretanto, quando a criança nasce, Lúcifer se surpreende que o bebê possui um olho negro como a escuridão e o outro em um tom de rosa lindo imediatamente têm uma conexão com ele, e fica claro que Angel é sim filha dele.
A partir disso Lúcifer coloca Dimitri, seu braço direito, um anjo caído [MARAVILHOSO, uh] que fica encarregado de proteger a vida Mary e de Angel. E a distância Lúcifer acompanha o crescimento de sua filha.
Angel é uma adolescente extrovertida, engraçada e super alto astral e a partir dos seus 16 anos ela descobre que o mundo é muito mais que ela  imagina e a sensação de que alguém a segue é verdadeira.
A partir dai Angel vai atrás de sua verdadeira estória, entre um final de semana no SPA do Inferno e uma voltinha no pomar do paraíso Angel vai se descobrindo como a Balança do Destino, o equilíbrio entre o bem e o mal, a luz e a escuridão, e nessa aventura ela ainda tem que entender seu passado, o seu futuro e principalmente o equilíbrio do seu coração!


Minha Opinião

Como eu já havia previsto no post de apresentação do livro eu gostei muito! Essa pegada fantástica, seres míticos, fadas, vampiros, anjos e todo esse universo é muito interessante para o tipo de leitura que eu gosto.
O livro tem uma pegada divertida, de escrita fácil, cada capítulo se inicia com uma frase que vai explodir sua mente! Sério!
“Às vezes, é difícil não sucumbir por completo ao prazer, É como ter o controle, mas não querer controlar, se deixar levar...”(p.96)       
Dos livros de fantasia que já li, nesse tem varias coisas bem originais, e sem dúvida nenhuma meu personagem preferido é Lúcifer! Ele é sarcástico de uma forma divertida, boa pinta e quase te convence que é gente fina! Kkk e sem falar que umas férias no submundo de acordo com a leitura desse livro me parece mais interessante que em terras celestiais (que pecado, perdão) kkkk.
 A única coisa que tá me fazendo sofrer é que não há previsão para o lançamento da continuação e eu vou ter um treco se não saber onde Derek e Dimitri estão enquanto Angel resolveu dar uma de adolescente Revoltada!  [#socorrooo]
É isso galera! Até a próxima!